terça-feira, 19 de junho de 2018

Febrabom Ministra Palestra em Escola Estadual de Gravataí.

Prevenção acima de Tudo! 
Pioneira no desenvolvimento de ações sociais de interesse coletivo. A Federação Brasileira de Bombeiros Civil Núcleo RS, se antecipando as novas politicas de interesse e desenvolvimento social. Esteve presente de Forma Voluntária no ultimo sábado dia (16) na escola estadual professora Clotilde Rosa localizada na cidade de Gravataí, onde foi ministrada uma palestra desenvolvida e ministrada pelo Bombeiro Civil Febrabom André Felix Martins.
 
Direcionada, a direção e os professores da escola Estadual. Abordando temas importantes inclusive, com previsão em legislações estaduais e municipais tais como: manobras de desengasgo, atendimento pré-hospitalar, primeiros socorros, queimaduras e animais peçonhentos. Cujo objetivo, é a preparação dos servidores e trabalhadores das áreas pedagógicas em situações de emergências envolvendo alunos tanto de escolas bem como, creches e asilos. Honrada em ser Útil aos municípios comprometidos e preocupados com este tema. A Febrabom RS coloca se a disposição e agradece tanto ao Bombeiro Civil André Felix e principalmente, o espaço Cedido pela escola para que de forma exemplar fosse debatido e multiplicado tal tema.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Nova Lei de Bombeiros Civis Em Porto Alegre

Regulamentação da lei de Bombeiros Civis de Porto Alegre.
Em reunião pré agendada realizada na manhã de quarta feira dia (13) junto ao gabinete do vereador Cássio Trogildo do (PTB) autor da lei Bombeiril no município. A federação Brasileira de Bombeiros Civil Febrabom núcleo RS, através de sua direção. Reuniu se, juntamente com o vereador para discutir os desdobramentos pós sancionamento da lei que estipula a presença de Bombeiros Civis em âmbito Porto alegrense.
Além, de debater o impacto da nova legislação bem como, sua aplicabilidade. Foram pré definidas novas ações que contarão com o apoio do vereador juntamente com a Febrabom cujo objetivo, será valorizar e desenvolver ainda mais a atividade no município e também no estado.
Novas reuniões deverão ser realizadas nos próximos dias.
Fonte: equipe de jornalismo e comunicação social Febrabom RS.

terça-feira, 12 de junho de 2018

Whatsapp a Bomba Relógio Contra a Profissão Bombeiro Civil.

As Redes Sociais e o Desserviços Prestados para o Desenvolvimento da Profissão.
 É indiscutível o importante papel que as redes sociais e principalmente o aplicativo Whatsapp desempenham hoje nos rumos de nossa vida política, profissional e privada. São indiscutíveis também os avanços que introduziram nas comunicações, favorecendo o reencontro e a aproximação entre as pessoas e, se forem redes profissionais, facilitando a visibilidade e a circulação de pessoas e produtos no mercado de trabalho.
A velocidade com que elas veiculam notícias, a extensão territorial alcançada e a imensa quantidade de pessoas que atingem simultaneamente não eram presumíveis cerca de uma década atrás, nem mesmo pelos seus criadores. Temos sido testemunhas, e também alvo, do seu poder de convocação e mobilização, assim como da sua eficiência em estabelecer interesses comuns rapidamente, a ponto de atuarem como disparadoras das várias manifestações, ideias e movimentos populares em todo o mundo atual.
Mesmo atuando como uma ferramenta extremamente ágil e útil nem sempre sua utilização vem de encontro, aos interesses e da opinião de todos.
No aspecto profissional e principalmente, na questão que envolve os Bombeiros Civis profissão jovem e emergente em nosso país. Algumas destas ferramentas online são verdadeiras bombas motivadoras de ódio e desunião entre os integrantes desta categoria motivada por interesses dos mais variados. É plena e livre sua utilização no entanto, o aspecto em questão é o direcionamento e a má utilização destas tecnologias devido à fragilidade e instabilidade desta atividade econômica. Acabando e sendo utilizada muitas vezes para fins pessoais em detrimento, ao verdadeiro crescimento da atividade no Brasil. No caso do Whatssap aplicativo extremamente útil onde a principal função além da economia é a comunicação instantânea. Se transformar em um dos principais redutos para disseminação das mais variadas ideias e pontos de vista. Quem utiliza as redes sociais e principalmente o whatssap sabe que é comum, recebermos links para participação de mais variados Grupos. O ponto chave, em toda esta questão é qual a motivação de seus Criadores levando em conta, uma ideologia já formada e estabelecida antes de sua criação. No caso do Whatssap, esta ferramenta sem duvida é a ideal para a disseminação destas ideologias que nem sempre, convergem aos interesses da grande maioria servindo apenas para que estas ideias ganhem credito ou amplitude junto à determinada atividade, no entanto, não esclarecem qual o real interesse e a principal motivação de sua criação.
Não se trata em nenhum momento, em cerceamento de direitos, pois o Art. 5, inc. IX da Constituição Federal de 88 Garante a todos o direito à liberdade de expressão. Não obstante a isto, precisamos ter em mente, o quanto esta liberdade tem o direito de ser utilizada para a má informação bem como, a defesa de interesses pessoais que não correspondem às necessidades de uma atividade profissional.
Portanto, não podemos sequer supor que elas tragam somente meras mudanças de costumes, porque seu peso, associado ao desenvolvimento da informática, é semelhante à introdução da imprensa, da máquina a vapor ou da industrialização na dinâmica do nosso mundo bem como serve para motivação de coisas boas e ruins.
Artigo
Julio Valencio
Jornalista Reg Prof. Nº19127/RS

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Liminar Suspende Instrução Técnica nº 17 em São Paulo.

Maior diálogo Foi á Tônica Final do Encontro. 

Reunião sobre a IT 17 do Estado de São Paulo. 

Em reunião realizada na ultima terça feira dia (05) proposta por iniciativa do Vereador Eliseu Gabriel (PSB) as lideranças da profissão Bombeiros Civis de todo o Estado de São Paulo juntamente, com Comando Geral do Corpo de Bombeiros Militar. Reuniram se em Audiência Pública realizada na câmara municipal de vereadores. 

Com o objetivo de discutir, a nova instrução técnica produzida pelo corpo de bombeiros de São Paulo que entre alguns pontos isentava a presença de Bombeiros civis em determinados locais. 
A abertura dos debates teve como componentes da mesa os seguintes integrantes: Srs. Galeno Rosa do Conselho Consultivo da Frente Parlamentar Mista do Bombeiro Civil, Jorge Alexandre Coordenador do CB-24 da ABNT, Major Osvaldo do CBPMESP, Derivaldo Alves representando a FENABCI e SindiBombeiros-SP.

Em destaque o debate deu ênfase na apresentação do Coordenador do CB - 24 sobre os estudos das NBR 15.219, NBR 14.608, NBR 14.276, NBR 14.277. 

A correlação e harmonização dessas NBRs vão refletir diretamente na atuação dos Bombeiros Civis dentro de plantas e edificação. Segundo o Coordenador Jorge o curso de Bombeiros Civil segundo a nova NBR 14.608 passará de 210 horas aulas para 550 horas aulas incluindo campo prático, mudança também que não deverá mais ser exigidas as requalificações profissionais anuais (reciclagens), nesta linha de raciocínio o coordenador deixou claro que o curso básico de 550 de bombeiro civil não irá habilitará o profissional para atuar em todos os cenários sendo necessário, ser realizados cursos de especialização para cada tipo de edificação (ex. Curso de aeródromo, curso de bombeiro industrial, bombeiros marítimo, Bombeiro florestal e etc.) estes cursos de especialização sim deverá ter uma requalificação. 

Outro ponto debatido na reunião e apontado pelo coordenador do CB 24 foi à falta de um Conselho Federal de Classe criado por decreto Presidencial que amenizaria as controvérsias em pauta. 

Assessorado pelo também Conselheiro Consultivo da FPMBC Sr. Rafael Valadão, o também conselheiro da frente parlamentar Dr. Galeno Rosa, explanou as iniciativa realizadas pela Frente Parlamentar Mista em Defesa e Desenvolvimento da Profissão de Bombeiro Civil no tangente a Criação do Conselho de Classe da profissão e também  o inicio do processo de regulamentação da Lei Federal 11.901/09. 
Em seguida o Sr. Derivaldo Presidente do SindiBombeiros-SP e FENABCI apresentou estatística do CAGDE onde apontou a redução de 30% no efetivo de Bombeiros Civis após boatos e 
Suspensão da IT 17 de 2014, onde esse número chega a quase 3 mil profissionais desempregado até 2017. 
Sustentou ainda, que a falta de exigência de um profissional qualificado para prevenção e combate a incêndios nas edificações já refletiu na falta de interesse das grandes indústrias e empresas. Segundo ele, A cultura do país ainda é retrocesso de no mínimo 40 anos comparado a outros países do 3° mundo, afirmou também que infelizmente no Brasil só é feito se for exigido e que por este motivo ainda falta muito, para consciencialização preventiva do país resumiu. 
Já o representante do CBPMESP ressaltou: que a IT 17 não pode legislar sobre reserva de mercado para uma categoria. 
No entanto acatando a solicitação do sindicato de Bombeiros Civis do estado de São Paulo uma liminar do Juiz do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo suspendeu a nova IT 17/18 por 45 dias, solicitando ainda esclarecimento sobre oque segundo ele trata se de retrocesso nas exigências de segurança contra incêndio indícios algo que foge segundo o juiz completamente, das políticas de segurança contra incêndio dos municípios, Estados e união.
Conforme consta no processo de N° 1027222-24.2018.8.6.0053 o Juiz Dr.Randolfo Ferraz, prevê que seja respondido de forma eletrônica e publica em diário oficial no prazo máximo de mais 45 dias para a nova IT 17. O não cumprimento acarretará em pena de descumprimento judicial e multa de 5 mil reais diários além de pena de impropriedade administrativa. 

Ainda em audiência o Conselheiro Consultivo da (FPBC) Rafael Valadão, questionou alguns posicionamentos de alguns Batalhões de Bombeiros sobre as legislações municipais e deu como exemplo, o ofício nº 13GB-046/913/17, da Polícia Militar do Estado de São Paulo, que notificou a prefeitura de São Jose do Rio Preto por meio do Comandante responsável que a Instrução Técnica 17, que trazia previsão de necessidade de presença dos bombeiros civis, emitida em 2014, está em processo de revisão desde 10/11/2015, e somente após a publicação de revisão dessa norma infralegal haverá definição sobre a necessidade de Brigada de Incêndio e Bombeiros Civis. 

Segundo o Conselheiro Consultivo á a invasão de competência, onde levou o erro do município em pedir ADI da Lei Complementar 533/2017 já que a responsabilidade em legislar sobre ocupação do solo e de responsabilidade do município mais ainda, quando o poder executivo não o faz cabe sim ao legislativo já que a norma e exigência do Corpo de Bombeiros estavam suspensas desde 2015 e de forma alguma o poder executivo se manifestou para legislar sobre o tema. 

Um dos Pontos mais quentes do evento foi tópico da ABNT que mostrou que em um incêndio de empresas de médio e grande porte onde é local de atuação do bombeiro civil. Caso tenha um incêndio o tempo previsto é de até 8 minutos para combate. 
Outro ponto polêmico na nova It 17/18 ressaltava que onde tenha material de valor inestimável tenha um profissional bombeiro civil. Entre a plateia ficou pergunta: Qual vida não seria de valor inestimável? Os eventos, hotéis e algumas empresas só vão oferecer serviço sem oferecer segurança?” 
O Coronel da reserva Xavier participante do encontro sugeriu outras reuniões para aliar. Ressaltou que a IT 17/18 não foi publicado pelo então Comandante Geral, a IT foi publicada pelo Comandante anterior que passou para a reserva remunerada da Polícia Militar do Estado de São Paulo. 
Todas as entidades de classe presentes ressaltaram a necessidade de fortalecer o diálogo entre Bombeiros Militares e Bombeiros Civis bem como, a união das categorias para que se crie uma sociedade mais segura e justa. O resumo do evento deverá ser apresentado ao Governador do Estado de São Paulo Márcio França (PSB).


Revista Eletrônica dará destaque a Bombeiros Civis no Brasil.

Profissionais de Prevenção Ganham destaque em Revista Electrónica.
Desenvolvido em parceria com produtora Rino Marketing mídia e comunicação. A revista eletrônica mensal o prevencionista trará informação voltadas ao profissional de prevenção de todo o Brasil.
Abordando temas específicos da profissão dando destaque ao que acontece nesta área no Brasil. A revista, além da qualidade trás um conteúdo informativo altamente profissional contará também, com a participação de convidados ilustres que comporão o espaço destinado aos colunistas desta edição.
Curiosidades noticias, entidades, ações de desenvolvimento e atualidades São os pontos Fortes desta edição. Com distribuição gratuita, e com lançamento marcado para o dia 20 de Junho.
Os exemplares podem ser adquiridos através do Email: informativooprevenvionista@gmail.com
Esta iniciativa, sem sombra de dúvida é mais uma grande iniciativa para o desenvolvimento da Profissão no Brasil.
Fique informado e garanta logo a sua!
O prevencionista a revista dos profissionais de prevenção de todo o Brasil!

terça-feira, 29 de maio de 2018

Ação Social Febrabom Contra a Fome Ajudará 05 Entidades Carentes no RS.

Um verdadeiro Mutirão de Solidariedade.
A iniciativa Febrabom contra a fome elaborada, pela Federação Brasileira de Bombeiros Civil núcleo Rio Grande do Sul cujo objetivo principal, foi aliar a participação de seus associados e público participante envolvendo a todos, na disponibilização de conhecimento agregados a maior participação social Ganhou proporções gigantescas na cidade de Viamão no RS.
Sem Fins Políticos e sem verba Pública.
Com quase uma tonelada de alimentos não perecíveis arrecadados em pouco mais de 30 dias. A iniciativa atenderá 05 entidades carentes de varias partes da região de Viamão bem como, de Porto Alegre.
A prioridade no repasse dos donativos será destinada para: creches, asilos, clubes de Mães e demais entidades de cunho filantrópico sem verba pública.
Ainda nesta semana, a diretoria do Núcleo Gaúcho da entidade estará trabalhando, na montagem dos Kits de entrega.
A Diretoria ressaltou o envolvimento e participação dos bombeiros civis que foram peça fundamental para o sucesso da ação

SEJA SÓCIO FEBRABOM FILIE-SE AGORA!

domingo, 27 de maio de 2018

Treinamento e conhecimento de bombeiro civil salvou vida de criança em Serra Negra.

O caso ocorreu em 15 de maio. Um pai desesperado chegou à Base do Corpo de Bombeiros de Serra Negra com sua filha asfixiando por engasgo com algo que obstruía suas vias aéreas.
No plantão estava o bombeiro civil Lamar Skitnevsky que rapidamente avaliou a situação e fez o procedimento denominado manobra de Heimlich para o desengasgamento do bebê.
Ele obteve sucesso em sua ação. No dia 17 de maio, quando a criança completou seu primeiro mês de vida, a família voltou à base para agradecer o bombeiro e a corporação pela rápida ação que salvou a vida da menina.
Segundo informou o comandante da base local do Corpo de Bombeiros, subtenente Douglas Garcia de Toledo, a manobra de Heimlich ensinada em palestras de primeiros-socorros. "É muito eficiente para o desengasgamento".