sábado, 11 de fevereiro de 2017

Salas de aula: O inimigo oculto

Agradecimentos a Quem Confia.
Mesmo com Diversas inverdades proferidas principalmente dentro das salas de aula onde o intuito principal, é desmerecer o trabalho realizado pela Febrabom entendemos, a importância do que tem sido realizado até agora.
As salas de aula que em suma, deveriam formar cidadãos e bons "profissionais" Por incompetência ou talvez, pela falta de credibilidade. vem se tornando, um dos inimigos número 1(um) pela busca,do tão sonhado reconhecimento profissional. Obs: As mazelas proferidas de forma irresponsável por algumas "não todas" geralmente, são movidas por algum interesse desconhecido de quem as escuta... No entanto, maquiavelicamente premeditadas pelos inimigos do desenvolvimento que as proferem de forma premeditada.
Uma classe que busca força e reconhecimento. só se tornará realmente forte, quanto houver a participação de todos! Para que em conjunto, todos busquem seus objetivos em comum.
Não será a proliferação de inverdades lançadas dentro de sala de aula que mudará, o quadro atual em que se encontram os bombeiros Civis deste Estado. Mas sim! O trabalho voltado para o objetivo em comum e coletivo.
Um Profissional mais preparado em todos os sentidos é o que o mercado necessita. porém, para isso a seriedade da formação deve ser extrema e comprometida. não se preocupando em atrapalhar, quem busca melhorias! até mesmo, para estes que são formados escutando mazelas vindas de quem não está preocupado com o quadro real em que vive a mão de obra habilitada, formada e sem perspectivas por estas mesmas pessoas. que não ajudam em nada! mas que no entanto, atrapalham o desenvolvimento coletivo de uma classe inteira!
Isso por pensarem única e exclusivamente, em suas empresas e seus negócios.
Sala de aula é lugar de formar: pessoas, cidadãos e profissionais.
já lavagem cerebral, é aconselhável a busca por uma clinica ou consultório especifico. Obs:ser inteligente, é antes de tudo! saber analisar a real intenção da informação que recebemos. Pois tudo na vida, tem um porque.
Acompanhe nosso trabalho aqui: